CRENÇAS LIMITANTES

São pensamentos e formas de expressão que nos impedem de realizar determinada tarefa ou função!


Crenças limitantes podem ser pensamentos, opiniões e ideias, que normalmente são desenvolvidas por meio das percepções e interpretações do indivíduo, (sobre ele mesmo, sobre os outros, o ambiente a sua volta) e que são aceitos como verdade.

Esta formação pode ser construída por situações e experiências negativas vividas, incluindo-se também, a educação e formação deste indivíduo.

Por serem visões equivocadas da realidade, as crenças limitantes possuem um efeito negativo na vida das pessoas, quando são entendidas como verdades absolutas.

O comportamento pode então girar em função destas limitações, com o risco de atrapalhar a reflexão, a capacidade de crescimento pessoal e profissional, e o desenvolvimento de nossas Competências (Conhecimento, Habilidades e Atitudes).

Exemplo: Quem nasceu e foi criado em uma família perfeccionista pode ter a crença limitante que para ser reconhecido e ter valor, é preciso se esforçar ao máximo e nunca cometer erros. E quando comete, se penitencia ao extremo, sem aceitar os resultados que não forem perfeitos.

É muito importante reconhecer, questionar e ressignificar estas crenças. Compreender que a crença é uma hipótese e não um fato é imprescindível para que o indivíduo desenvolva seu Mapa de Mundo.


Alguns exemplos de Tipos de Crenças: Hereditárias, Pessoais, Sociais, Lógica equivocada, Desculpas, Medo.

- Não tenho tempo

- É difícil ganhar dinheiro / dinheiro é sujo

- Já passou minha época

- É tarde para começar ou recomeçar

- Não vou conseguir / aguentar / passar / fazer

- Os outros são melhores que eu / têm mais sorte

- Nasci pobre e vou morrer pobre

- As coisas são difíceis para mim / Eu não mereço

Quão lógicas, consistentes ou importantes são estes pensamentos, ideias ou expressões?


ANTÍDOTOS:

Adotar pensamentos e sentimentos positivos levam as pessoas também a ações positivas.

Conhecer, aceitar e aplicar crenças fortalecedoras, ter objetivos, metas e propósitos bem definidos, aplicar o Planejamento de acordo com a realidade possibilitam uma vida mais tranquila e plena.

Eliminar bloqueios e ressignificar padrões podem fazer com que o indivíduo tenha uma saúde mental estável e plena, vivendo com mais consciência e percepção correta da realidade, sendo muito mais feliz.


Programe sua Mente:

PSFA+

Pensar – Sentir – Falar – Agir (POSITIVAMENTE)! Gilberto Santos